sexta-feira, 16 de agosto de 2013


DECINHO E ELAINE

Texto e fotos de Dari Simi
darisimi@gmail.com



Toda cópia de qualquer texto ou imagem de meus  blogs solicitar autorização  através do email - darisimi@gmail.com. LEI Nº 9.610 de Fevereiro de 1998, que regulamenta os direitos autorais.



Dupla nativista gaúcha. Decinho  (João Décio Fergutz) nasceu em Venâncio Aires em 19 de fevereiro de 1938 e faleceu em Porto Alegre a 6 de outubro de 2014. Casado com Elaine (Elani Machry) nascida em Venâncio Aires a 26 de novembro de 1940.
Decinho fez dupla  com o gaiteiro Lorico (Lorico e Decinho), Decinho tocava violão. Quando a dupla se desfez, decinho seguiu a carreira solo tocando violão e apresentando-se em diversas localidades e emissoras de rádio. Mais  tarde formou  dupla com sua esposa, surgindo aí Decinho e Elaine.




Lorico e Decinho na Rádio Venâncio Aires ZYU 90


Vilmar Borges Quevedo apresenta Decinho na Rádio Alto Taquari

Decinho foi o primeiro apresentador de programa de auditório de música gaúcha – Bom Dia Rio Grande – da emissora Rádio Venâncio Aires  ZYU 90,  fundada em 1963.



Decinho e sua equipe do programa Bom Dia Rio Grande

O programa ia ao ar todos os domingos pela manhã e tinha grande audiência na região. Decinho trazia para seu programa artistas  locais e outros artistas conhecidos em todo o Estado do  Rio Grande do Sul, como: Teixeirinha, José Mendes, o trovador Luiz Müller, de Canoas,  com quem Decinho trovou muitas vezes.


Luiz Müller, trovador repentista, morou em Canoas, grande amigo de Decinho

Loiva, Anelize e Denize, filhas de Decinho, e o trovador Luiz Müller

Decinho, esposa e filha, com o trovador Luiz Müller

Luiz Müller (2º da direita) com Decinho e familiares

Decinho e Elaine no CCT Rancho Crioulo de Canoas

Os Tahãs (Alcir Claic, Vilmar Rodrigues, Sérgio Foscarini, José  Augusto A. Santos, Rosinei Silva da Costa e Rodrigo Claic),  conjunto nativista de Canoas, apresentava-se com freqüência no programa Bom Dia Rio Grande, da Rádio Venâncio Aires, convidados especiais de Decinho.


Da esquerda - 2ª fila, Rodrigo Claic, Sérgio Foscarini e Alcir Claic.
1ª fila, José Augusto A. Santos, Rosinei Silva da Costa e Vilmar Rodrigues.
LP gravado em 1992




Decinho e Elaine, foto da capa do LP gravado pela dupla


No ano de 1977, Decinho e Elaine resolvem gravar um disco. Pois já eram bastante conhecidos do público amante da música gaúcha. Juntamente com o gaiteiro Adão Ramos, natural de Soledade,  rumaram para Montevideo, onde os custos de uma gravação era menor.  O resultado foi a gravação de um LP que leva o nome da dupla – Decinho e Elaine.
Anos mais tarde Decinho e Elaine mudaram-se para a cidade de Canoas, onde Decinho iniciou a profissão de corretor de imóveis. A música aos poucos foi ficando em segundo plano.  Ainda apresentaram-se em emissoras da capital.
Membro do CCT Rancho Crioulo de Canoas, Decinho chegou a ser patrão interino, em 1990, da entidade, sucedendo o patrão Olavo Nunes, que na ocasião candidatara-se para uma vaga de vereador à Câmara de Vereadores de Canoas.
Com o falecimento de uma filha do casal, a dupla encerrou definitivamente a música.


CD, cópia do LP gravado pela dupla

João Décio Fergutz - 1938-2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário