quarta-feira, 26 de junho de 2013

HISTÓRIA DA DUPLA SERTANEJA

PRATEADO E BELINHO

Texto e fotos de Dari José Simi


Toda cópia de qualquer texto ou imagem de meus  blogs solicitar autorização através do email - darisimi@gmail.com. LEI Nº 9.610 de Fevereiro de 1998, que regulamenta os direitos autorais.


















Dupla de música sertaneja criada na década de 60 em Canoas, RS. Os irmãos Prateado e Belinho foram os maiores representantes da música caipira de raiz do Rio Grande do Sul.  Gravaram dois LPs, que logo nos primeiros meses venderam mais de 150 mil cópias: Sobe e Desce, em 1970 e Casinha Branca, em 1972, com os quais fizeram grande sucesso nas emissoras de rádio do Rio Grande do Sul e fora do Estado.
Prateado (Antonio Abel) nasceu em 22 de janeiro de 1939 e faleceu em 2017 e Belinho (Arlindo Abel) nasceu em 1945 e faleceu em 5 de abril de 2018.  Os irmãos Prateado e Belinho são naturais da localidade  de Tenente, município de Praia Grande, Santa Catarina.  Filhos de Eleodoro José Abel  e Donária  da Rosa. A família mudou-se para Canoas em 1956. O gosto pela música sertaneja surgiu ainda quando trabalhavam na roça em Santa Catarina. Escutavam e cantavam as músicas sertanejas  das duplas da época, principalmente Tonico e Tinoco, e que  mais tarde vieram a tocar  em suas apresentações artísticas.
A fase profissional de cantores sertanejos começou com outros cantores.  Prateado formou a dupla Paulinho (Prateado) e Mineirinho . Belinho formou a dupla Torrão  e Terrinha (Belinho).  A dupla Prateado e Belinho só veio a formar-se no ano de 1963, no Bairro Mathias Velho em Canoas, onde moravam.  As primeiras apresentações artísticas da dupla foi no programa Rodeio Coringa da Rádio Farroupilha de Porto Alegre. Depois participaram de concursos na rádio São Leopoldo, conquistando o 1º lugar, e na Rádio Itaí de Porto Alegre, onde obtiveram também o 1º lugar. A dupla era afinadíssima. Cantaram com Tonico e Tinoco em uma de suas apresentações, na década de 70, na cidade de Cachoeirinha. Tocaram e cantaram  na rádio Metrópole de Porto Alegre, convidados  por  Jota Menezes (João Menezes),   apresentador de programas de grande sucesso nas décadas de 1960 e  1970 e por onde passaram artistas como Gildo de Freitas, José Mendes, Xará e Timbauva, entre outros.  
Foram inúmeras as emissoras de rádio onde a dupla cantava seu repertório em programas de auditório, tão comuns na época: Rádio Real e Rádio Clube, ambas de Canoas; Rádio União de Esteio; Rádios Metrópole, Itaí, Continental, Farroupilha e Difusora, todas da capital gaúcha.  Na Rádio Itaí  tinham um contrato com   Darci Reis Nunes (falecido em 1973) e tocaram por alguns anos em seu programa Tudo é Brasil. Convidados por Teixeirinha, participavam do seu  programa da TV Piratini.
Nos últimos anos de carreira da dupla sertaneja, extinta em 1998 devido a problemas de voz  do Prateado, ainda animavam os bailes do Clube Colasiol de Canoas, existente até hoje,  e também da  emissora de rádio da mesma entidade.
Anos mais tarde Prateado chegou a gravar um CD de 14 músicas, com sua segunda esposa, Lena. Cantou e gravou um CD com a dupla Torrão e Prateado.
Seu irmão, o Belinho, gravou um CD, “Resgatando Sucessos”, com o amigo Evaldo Araujo. 


CD - Prateado e Lena (2ª esposa) apresentam seus amigos




CD – Evaldo Araujo e Belinho – Resgatando sucessos  














SOBE E DESCE – LP gravado em 1970 pela CBS contem os seguintes sucessos:
1 – Sobe e Desce (Zé Canhoto)
2 – Último Natal (Santolin)
3 – Por não estar fazendo nada (Santolin e Prateado)
4 – Amor de longe (Santolin e Prateado)
5 – Voando sempre (Darci Bento)
6 – O milagre e a enchente ( Santilino Silva e Prateado)
7 – Não é moleza ( Santolin e Belinho)
8 – Pagode dos reis (Santolin)
9 – Bodas de prata (Zé Canhoto e Darci Reis Nunes)
10 – Tudo cai (Zé Canhoto e Darci Reis Nunes)
11 – Regresso de gaúcho ( Santolin)
12 – Disciplina



CASINHA BRANCA – LP gravado em 1972
A foto da capa foi feita na Praça Santos Dumont, mais conhecida por Praça do Avião, em Canoas.
1 – Casinha Branca – cateretê (Catireiros do Sul)
2 – Obrigado, igualmente – pagode (Santolin e Fernando F. Lourenço)
3 – Conquistador – moda de viola (Rancheirinho e Prateado)
4 – Tarde ingrata – valsa (Adão de Souza e Belinho)
5 – Lua de mel – samba (Santolin e Prateado)
6 – Até o luar – toada (Santolin e Prateado)
7 – Vai e vem – pagode (Darci Bento e Zé Canhoto)
8 – Sinfonia do arraial – toada (Lair Heich e Belinho)
9 – Saudade – valsa (Dilton Godinho e Prateado)
10 – História do motorista – rasqueado ( Tabajara e Tangará)
11 – Homenagem às mães – valsa (Santolin e Prateado)
12 – Encontro na praia – valsa ( Santolin e Prateado)


Foto do início da carreira da dupla Prateado e Belinho



Foto de Prateado em 08.06.2013



Prateado em 08.06.2013


Todas as fotos fazem parte do acervo particular de Dari José Simi
darisimi@gmail.com

Um comentário: